Postos de hidrogenio em

Postos de hidrogenio em
postos-hidrogenio-brasil

O Ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, disse que o hidrogênio já é uma das apostas do país para o desenvolvimento dos "combustíveis do futuro". De acordo com ele, o país vem estudando a fonte incipiente de geração de eletricidade há 20 anos, além de manter parcerias internacionais com a Alemanha, Chile e outros países. Ele participou nesta segunda-feira (31) do Fórum de Investimentos Brasil 2021.

Albuquerque disse que o chamado "hidrogênio verde", que não envolve a emissão de gases poluentes, deveria ser estimulado pelo governo. Há a previsão, segundo ele, de lançar em junho um programa para desenvolver o "hidrogênio verde" no país, o que deverá resultar em um primeiro marco legal para o segmento.

A tecnologia do hidrogênio vem ganhando terreno nos últimos tempos no Brasil. No entanto, no setor de mobilidade, ela ainda está menos difundida do que os ônibus elétricos a bateria. Em um cenário de urgência para a transição energética, em vez de escolher uma alternativa, o caminho pode estar na combinação de ambas.

Uma estratégia ambiciosa de transição energética alinhada com as principais metas climáticas internacionais e uma compreensão do potencial econômico das novas tecnologias pode criar oportunidades de produção em locais com abundantes recursos renováveis capazes de favorecer a competitividade do hidrogênio, como o Brasil. Este é o caso do Brasil, que, com uma das matrizes elétricas mais renováveis do mundo, poderia ser uma casa de força na produção e exportação de hidrogênio verde.

Uma das maiores desvantagens para quem deseja comprar um veículo a hidrogênio hoje é a falta de uma ampla rede de reabastecimento no Brasil. O cenário atual em grande parte do mundo é a falta de postos de reabastecimento de hidrogênio dedicados. Há indícios de que isto pode mudar nos próximos anos, mas atualmente é um problema inquestionável para os motoristas.

Edson Orikassa, gerente da Toyota Brasil e presidente da Associação Brasileira de Energia Automotiva, estipulou uma meta de 800.000 veículos e 900 estações de hidrogênio até 2030. Os "três grandes", como são conhecidos Toyota, Nissan e Honda, formaram, com outras 11 empresas, a H2 Mobility, que desenvolveu um plano de dez anos para construir esta infra-estrutura. As estações espalhadas por todo o Brasil ajudarão a difundir a energia do hidrogênio aos consumidores e a baixar o preço dos carros movidos a células de combustível.

Aprovado pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) este mês, o programa Combustível Futuro traz um sinal ao mercado sobre o planejamento energético do governo federal para a descarbonização do setor de transportes. O CNPE aprovou na semana passada o desenvolvimento de um programa nacional de hidrogênio. A avaliação afirma que "hidrogênio arco-íris" pode ser esperado. "O Brasil não tem motivos para escolher uma rota específica. Com o aumento da produção de gás natural, faz todo o sentido no mundo ter hidrogênio azul. Como temos energia eólica e solar, temos hidrogênio verde", explicou ele.

Como para a criação da rede de postos de reabastecimento de hidrogênio, o CNPE aponta que a decisão entre a produção centralizada ou distribuída de o hidrogênio pode contornar a inexistência de uma rede de distribuição. rede de distribuição. Os eletrolyzers ou reformadores podem ser instalados perto do consumo local de consumo. Entretanto, o modelo de negócios deve ser decidido pelo mercado.

Postos de hidrogenio em Brasil

Atualmente não há estações de hidrogênio no Brasil.

Aqui você pode ver as estações de hidrogênio existentes no brasil.

Porque está interessado no hidrogénio?

Novos veículos H2 para venda

Mais artigos sobre Hidrogénio

Marcas com Hidrogénio